top of page

5 dicas de português para te ajudar a escrever melhor

5 dicas de português para te ajudar a escrever melhor

Por Jéssica Menezes

Você já deve ter parado para se questionar sobre algumas coisas na hora de escrever, a língua portuguesa possui muitas regras e às vezes esquecemos algumas, é normal. É sempre bom estar atento em escrever bem em trabalhos acadêmico ou na vida profissional. Por isso, reunimos as principais dúvidas e erros que geralmente cometemos para ajudá-los.

Mas e Mais O “mas” é uma conjunção adversativa que equivale a “porém”, “contudo”, “entretanto”, “no entanto”. Usamos assim: Hoje está um ótimo dia para ir a praia, mas preciso trabalhar. O “mais” pode ser um pronome ou advérbio de intensidade, se opondo ao “menos”. Usamos assim: Ela passa mais tempo assistindo tv do que estudando. Há ou A Podemos usar os dois quando nos referimos a passagem de tempo, mas em casos diferentes. O “há” é usado quando nos referimos a um tempo que já passou. Usamos assim: Minha avó terminou o almoço 20 minutos. Já o “a” é usado para um tempo futuro, que está por vir. Usamos assim: O ônibus chegará daqui a 15 minutos. Afim e A fim “Afim” é um adjetivo de afinidade, aproximação entre pessoas ou ideias. Usamos assim: Minha irmã e eu temos o gosto musical afim. O locução prepositiva “a fim de” ou a locução conjuntiva “a fim de que” são usadas para expressar a ideia de finalidade. Usamos assim: Maria vai para o exterior a fim de estudar a cultura local.

Mal e Mau Mal é um advérbio, antônimo de Bem, é usado para indicar que algo foi feito de forma errada, incorreta. E também pode ser usado para se referir a doenças, mal estar, angústia ou maldade. Usamos assim: O trabalho dos alunos ficou mal feito.

Mau é um adjetivo, antônimo de Bom, é usado para indicar algo de má qualidade, pode ser sinônimo de ruim ou malvado. Pode apresentar significado de nocivo, incapaz, difícil, entre outros. Usamos assim: Afaste os maus pensamentos da sua mente.

Uso dos porquês Porque – Quando corresponder a uma explicação ou uma causa. Usamos assim: Vim de ônibus porque é mais rápido.

Porquê – Quando substantivo substituindo “motivo” ou “razão”. Usamos assim: Não entendo o porquê você não fez a lição de casa.

Por que – É usado quando as palavras “motivo” ou “razão” estão implícitas na pergunta. Usamos assim: Por que você não comprou comida para o jantar? Por quê – Quando vier ao final da frase, seguido de um “.” ou “?”, e tiver o significado de por qual motivo. Usamos assim: Você não toma refrigerante porquê?

Espero que essas 5 dicas de português possam ter te ajudado. ajudem a sanar algumas dúvidas de português! Veja aqui o último post do nosso blog.

Você já segue a gente no Instagram? Ainda não? Basta clicar aqui

24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page