top of page

UniFECAF realiza a sexta edição da Semana da Enfermagem

Atualizado: 5 de jun.

Dia 12 de maio é celebrado o Dia Internacional da Enfermagem ou Dia do Enfermeiro, como também é conhecido.


Em homenagem a esta data, a UniFECAF realizou pela sexta vez a Semana Acadêmica do curso de Enfermagem, nos dias 04 e 05/05/2023.


O evento, idealizado pela professora e coordenadora do curso, Vânia Lucia Melo, contou com palestras de profissionais de enfermagem com especializações em diferentes áreas, o que proporcionou aos estudantes do curso a oportunidade de aprofundarem seus conhecimentos em cada um desses segmentos, contribuindo em sua tomada de decisão sobre qual área atuar após sua formação.


Semana da Enfermagem: “Desafios na Saúde Materno Infantil e Empreendedorismo em Enfermagem”


A Mestre em Enfermagem, Doutora em Ciências das Tecnologias da Saúde e proprietária do Consultório de Enfermagem: ACALANTAR CONSULTORIA & EDUCAÇÃO, Dra. Erdnaxela Fernandes, foi a responsável por dar início a nossa Semana da Enfermagem, abordando tópicos voltados à maternidade como o neonatal, parto, obstetrícia e amamentação.


Em seu discurso, foi enfatizado a importância da amamentação e os benefícios do leite materno nos 6 primeiros meses de vida do bebê, devido às propriedades anti-infecciosas, fatores de crescimento e ácidos gordos essenciais para o desenvolvimento que não são encontrados nos demais tipos de leite. Após esse período, a introdução alimentar deve ser iniciada.

Ao longo da palestra, foi evidenciado também a importância que um Enfermeiro Obstetra tem na vida de uma gestante, oferecendo acompanhamento antes, durante e pós-parto, assim como ter atendimentos humanizados, informar sobre os procedimentos, acalmar e realizar as vontades da paciente, fazendo-a se sentir especial e segura, sem deixar de respeitar o tempo do bebê.


Curiosidade!

Você sabia que é proibida a realização da Manobra de Kristeller em diversos países, inclusive no Brasil?


Trata-se de uma técnica que consiste em pressionar a barriga da gestante para antecipar a saída do bebê. Lembrando que é considerada uma prática agressiva e uma forma de violência obstétrica, que pode causar lesões e colocar tanto a mulher quanto o filho em risco e, por isso, foi abolida e não pode mais ser realizada nos hospitais.


Semana da Enfermagem:

“Habilidades, Competências e Fatores Relacionados ao Desenvolvimento da Inteligência Emocional para o Ingresso e Adaptabilidade no Mercado de Trabalho do Enfermeiro Recém-Formado”


A palestra foi ministrada pela enfermeira Mestre em Ciências da Saúde, Especialista em UTI e em metodologias ativas/ensino/aprendizagem pelo Instituto de Ensino e Pesquisa do Hospital Sírio Libanês, Margarete Rodrigues.


Ao iniciar o evento, foram enfatizadas ações importantes para desenvolver a inteligência emocional no mercado de trabalho, com foco em auxiliar nas decisões do dia-a-dia, pois sabemos que a área da saúde enfrenta muitas situações diferentes que cobram do profissional a capacidade de se adaptar e analisar o ambiente para saber o momento certo de agir.


Ademais, foram apresentados métodos que auxiliam os profissionais a adquirirem melhores competências emocionais com o intuito de trazer uma experiência mais agradável ao paciente, sendo essa metodologia a escuta ativa, prática de meditação, empatia, paciência, trabalho em equipe, etc.


Todas essas atitudes contribuem para a formação de um ótimo profissional, pois muitas pessoas são contratadas pela competência técnica, mas são demitidas pela falta de habilidades emocionais que são essenciais na hora de conversar com a sua equipe e seu paciente em momentos de informar notícias que podem abalar os familiares do mesmo.


Por fim, foi orientado algumas dicas de planejamento de carreira para os alunos, como por exemplo, ter a experiência de ingressar em uma residência estudantil ao final da graduação como um complemento para o currículo.


Caso você não tenha disponibilidade, pode ficar tranquilo, uma pós-graduação focada na área de enfermagem é um grande diferencial e também uma ótima escolha para continuar desenvolvendo as suas habilidades.


Semana da Enfermagem:

“Princípio da Quimioterapia/Imunoterapia Cuidados de Enfermagem nesta terapêuticas da Oncologia”

No final da noite do primeiro dia de evento, aconteceu uma segunda palestra, orientada pela enfermeira Maria de Fátima Garcez, especialista em Cardiologia pela USP. Ela apresentou a importância do conhecimento de algumas doenças terminais, como por exemplo, o câncer.

Ao destrinchar esse assunto, foi informado os princípios da doença, como acontece o desenvolvimento do câncer nas células do corpo humano e formas de como identificar o início dessa enfermidade. Mas afinal, como se desenvolvem as doenças terminais?

Doenças terminais como doenças pulmonares, neurológicas e doenças cardíacas são casos que podem chegar ao ponto de causar a morte do paciente caso não seja tratada de forma adequada com o acompanhamento de equipes de médicos especializados na área.


Geralmente algumas dessas doenças apresentam sintomas muito antes de chegar no estágio avançado, mas infelizmente, existem casos em que a doença se manifesta de forma totalmente silenciosa ao ponto do paciente identificar o estado crítico no nível avançado, assim, dificultando para os profissionais da saúde combater o desenvolvimento do caso.


Uma forma de identificar sintomas silenciosos é o paciente fazer exames rotineiros para averiguar como está o seu estado de saúde. É fundamental que todos façam exames de rotina, isso não é somente focado em doenças terminais, mas também no sentido de proporcionar mais qualidade de vida.


Uma curiosidade importante para a área de Oncologia é que o desenvolvimento do câncer acontece dentro das células, principalmente quando ocorre a desordem. Quando há mutação do DNA, ela acaba sendo responsável pela inibição e replicação celular defeituosa.


Semana da Enfermagem:

“O Papel do Enfermeiro Esteta no âmbito da Estética e Cosmetologia”

A palestra que deu início ao segundo dia da Semana da Enfermagem foi apresentada pela Enfermeira e Biomédica, Enfª Nadja N. Coêlho Rodrigues, que possui especialização em Estética Avançada, Harmonização Facial, Cosmetologia, Clínica Aplicada às Disfunções Estéticas e Morfológicas e em Enfermagem Ocupacional/UTI.


Durante a palestra, se aprofundou nos procedimentos estéticos realizados por estes profissionais, como a Harmonização Facial, Labial, Drenagem, Tratamentos Capilares, de celulites, gorduras localizadas, Pressoterapia, Ozonioterapia, entre outros.


Vale ressaltar que os enfermeiros têm ganhado cada vez mais espaço na área estética, tendo conquistas constantes. Hoje eles já são vistos como capazes de realizar alguns procedimentos que antes eram encarados de forma negativa por outros profissionais da saúde.


Nadja defende a ideia de que ao invés de verem isso como uma disputa dentro do mercado, os demais colegas de outras áreas médicas deveriam trabalhar em união e com apoio dos enfermeiros estetas em um tipo de “casamento”.


A palestrante trouxe também outras informações, focando em informar os princípios da atuação na enfermagem e como iniciou a história da implementação da área de estética na enfermagem.


A atuação do conjunto das áreas não poderia acontecer até o momento de 2016, pois a lei não permitia a atuação de um enfermeiro na área de estética, mas isso mudou após os profissionais da saúde começarem a relatar necessidades de novos conhecimentos para a complementação do setor de estética.


Com o passar do tempo, foram surgindo novos cargos no ambiente da saúde, assim, acabou manifestando carências no mercado. Sob essa ótica, a Dra. Ana Carolina, conhecida como a mãe da Biomedicina, foi a luta para garantir que os enfermeiros pudessem atuar na área de estética.


A ação foi autorizada e hoje os enfermeiros podem trabalhar em diferentes frentes da área de estética.


Seguem algumas áreas para atuação de Enfermeiros Estetas:

Carboxiterapia e Ozonioterapia; Cosméticos; Dermocosméticos; Dermopigmentação; Drenagem linfática; Eletroterapia/Eletrotermofototerapia; Terapia Combinada de ultrassom e Microcorrentes; Micropigmentação; Ultrassom Cavitacional; Vacuoterapia; Laser depilatório e Remoção de Tatuagem.


Semana da Enfermagem:

“O Papel do Enfermeiro na Prevenção do pé diabético”

A enfermeira Especializada em Podologia Integral, membro de Associações relacionadas à Diabetes, professora e autora de livros técnicos na área da saúde, profissional com 22 anos de experiência e Fundadora da Bhase Educacional, enfermeira Mônica Parreira, reforçou a importância de analisarmos os nossos pés constantemente, pois através dele, é possível diagnosticar diversas doenças, bem como explicou os três tipos de diabetes.


Aliás, as bactérias que entram nos pés quando o cuidado não é feito de forma adequada, podem se espalhar pelo corpo todo, aumentando a chance do paciente sofrer um diagnóstico mais sério, como a amputação de membros.


Sendo assim, foi recomendado aos alunos diversos cuidados e prevenções que se deve ter com os pés para pessoas diagnosticadas ou não com diabetes, com intuito de trazer uma vida mais saudável.


Segue algumas dicas abaixo de como cuidar corretamente dos pés:


Hidrate constante as pernas, pés e unhas, com exceção da área entre os dedos;

Utilize meias brancas, sem costura, de algodão e dê uma puxadinha na frente para dar mais espaço para os pés respirarem e se moverem;

Higienize os calçados quando chegar da rua e deixe-os em um local arejado antes de guardá-los;

Tome banho de chinelo e não deixe-o dentro do box úmido depois para que não acumule bactérias;

Lave os pés com sabonete líquido, enxague e seque bem os pés e entre os dedos para evitar frieiras;

Verifique se não há nada nos sapatos antes e depois de vesti-los;

Analise o pé e abra os dedos ao acordar e antes de dormir;

Use chinelos com pelo menos um dedo de sobra;

Escolha bem o calçado que vai usar, cada parte do sapato importar.


Nós da UniFECAF mais uma vez ficamos extremamente felizes com a participação, interesse e empenho dos alunos diante de mais um evento acadêmico e agradecemos os profissionais que trouxeram temas relevantes sobre o dia-a-dia do enfermeiro de cada área para passar aos estudantes, reforçando o quão abrangente e fundamental é essa profissão na sociedade.


Por fim, gostaríamos de parabenizar novamente todos os enfermeiros e enfermeiras pela belíssima profissão de dedicarem seus dias e arriscarem suas vidas para salvar a do outro. Vocês são verdadeiros heróis!


Inscreva-se já e se torne um coração azul!


Seu sonho, nossa meta! 💙


Siga a UniFECAF nas redes sociais:




42 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page